Citações e referências bibliográficas

aaron-burden-147840

Qualquer trabalho de carácter académico ou científico deverá incluir uma identificação das fontes consultadas, realizada através de citações no texto às publicações consultadas e de uma lista final das respectivas referências bibliográficas.

Existem diferentes normas e estilos, como por exemplo a  norma portuguesa NP 405. As regras que aqui sugerimos são as da APA – American Psychological Association (http://www.apastyle.org), e são as mais vulgarmente utilizadas na área das ciências naturais e sociais. Foram adaptadas dos documentos da FCDEF da Universidade de Coimbra e do Instituto Politécnico de Leiria.

Se o professor ou a escola preferir a NP 405, sugerimos a consulta deste documento da Universidade de Aveiro.

Citações e referências bibliográficas

Uma citação é uma forma abreviada de fazer referência no texto a conteúdo de outro autor e deve conter toda a informação necessária para permitir uma correspondência inequívoca entre si e as respetivas referências bibliográficas.

Podem considerar‐se três formas de realizar citações: citação “autor‐data‐localização” em texto, citação numérica e citação em nota. Estas citações devem remeter sempre para uma lista de referências bibliográficas no final do trabalho.

Uma referência bibliográfica apresenta os detalhes da publicação, de forma a permitir uma identificação inequívoca daquele documento. Cada referência bibliográfica deverá incluir a informação detalhada prevista pela norma em uso que permita a identificação inequívoca daquele trabalho. Os dados a incluir variam de acordo com o tipo de publicação: uma referência bibliográfica de um livro é diferente da que se faz para um artigo de revista científica ou uma patente.

Orientações gerais

  • A lista de referências bibliográficas completa deve ser apresentada no final do trabalho (secção Bibliografia), sendo as referências apresentadas pela ordem alfabética do apelido do autor ou editor;
  • Somente os autores citados no texto devem ser referidos na Bibliografia;
  • A Bibliografia deve ser paginada como uma continuação do próprio texto do trabalho;
  • A primeira linha de cada referência deve iniciar junto à margem esquerda da página, e as linhas seguintes devem avançar 3 espaços;
  • Se a data não estiver indicada escreve-se (s.d.);
  • Se o local da publicação for desconhecido, escreve-se [s.l.] que corresponde às iniciais da expressão latina sine loco e significa “sem lugar”;
  • Se o nome da editora não constar na publicação, escreve-se [s.n.], que corresponde às iniciais da expressão latina sine nomine e significa “sem nome”;
  • A primeira edição não é mencionada. Indica-se a edição apenas a partir da 2ª;
  • O ISBN (International Standard Book Number) e ISSN (International Standard Serial Number) devem ser colocados, sempre que possível, no final da descrição de cada obra;
  • Na Bibliografia, quando referir mais do que uma obra do mesmo autor, cujo ano de publicação seja o mesmo, deve enumerá-las por ordem alfabética do título, acrescentando uma letra minúscula ao ano para prevenir qualquer tipo de confusão (deve utilizar-se a mesma metodologia aquando da citação no texto):

(Alves, 1984a)

(Alves, 1984b)

  • Na organização de trabalhos do mesmo autor na Bibliografia, o mais antigo deverá figurar em primeiro lugar:

Correia, Miguel (2011).

Correia, Miguel (2012).

  • Os trabalhos de um autor precedem trabalhos de autores múltiplos que iniciam pelo mesmo apelido:

Jensen, M.C. (1986)

Jensen, M.C. & Maecling, W. (1976)

  • Trabalhos do mesmo primeiro autor com segundos e terceiros autores diferentes devem ser organizados por ordem alfabética do segundo autor:

Lambert, D.M. (1992)

Lambert, D.M., & Harrington, T.C. (1989)

Lambert, D.M., Stock, J.R., & Ellram. L.M. (2010)

  • Quando existir mais do que um autor, devem ser colocados os nomes de todos os autores na lista de referências bibliográficas. Quando existirem dois autores, colocar o último nome de ambos separados por e/&.
  • Nas citações, se existirem mais do que dois autores, colocar apenas o nome do primeiro autor, seguido de et.al. que significa “e colaboradores”.

(Cunha e Cintra, 1996)

(Santos et al., 1997)

  • Se no texto houver a necessidade de citar mais do que uma obra para a mesma ideia, devem-se utilizar todas as referências necessárias, separadas entre si por (;).

(Flores et al., 1988; Winograd, 1986; Cunha e Cintra, 1987).

  • A indicação das páginas deve figurar após a data:

(Smith, 2005, p. 223)

(Smith e Jones, 2004, pp. 123-126)

Livros (Monografias impressas)

Obra de um autor

Último nome do autor, Iniciais. (Ano de publicação). Título do livro (escreve-se em itálico no caso de trabalhos impressos; sublinha-se se o trabalho for manuscrito) (Nº da edição). Local de Publicação: Editor.

Exemplos:

Saramago, J. (2001). Deste mundo e do outro (7ª ed.). Lisboa: Caminho.

Martins, M. A. (1996). Pré-história da aprendizagem da leitura. Lisboa: Instituto Superior de Psicologia Aplicada.

Obra de um autor em volumes

Autor (ano de publicação). Título do livro (volumes). Local: Editora.

Exemplos:

Felgueiras, M. L. (2008). Para uma história do professorado primário em Portugal no século XX (Vols. 1-2). Porto: Campo de Letras.

Oliveira, J. B. (2007). Psicologia da educação (2ª ed., Vols. 1-2). Porto: Livpsic.

Várias obras do mesmo autor

Santos, J. Q. (1995). Fertilização e poluição: reciclagem agro-florestal de resíduos orgânicos. Lisboa: Edição de Autor.

Santos, J. Q. (1996a). Fertilização: fundamentos da utilização dos adubos e corretivos (2ª ed.). Lisboa: Publicações Europa-América.

Santos, J. Q. (1996b). Outro livro qualquer do mesmo autor publicado no mesmo ano. Lisboa: Publicações Europa-América.

Obra com dois ou mais autores

Autor, & Autor (Ano de publicação). Título do livro (N.º da edição). Local de Publicação: Editora.

Exemplos:

Ferreiro, E. J., & Teberosky, A. (1986). Psicogénese da língua escrita. São Paulo: Artes Médicas.

Papalia, D. E., Olds, S. W., & Feldman, R. D. (2001). O mundo da criança. Lisboa: McGraw-Hill.

Alves Filho, A. G., Rachid, A., Nogueira, E., Donadone, J. C., Martins, M. F., Truzzi, O. M. S., Bento. P. E. G., Martins, R. A., & Vanalle, R. M. (2001). O consórcio modular e seus impactos na cadeia de suprimentos da fábrica de motores VW-São Carlos (Relatório Final, Projeto Temático, Processo FAPESP 97/13071-9). São Carlos, SP: Universidade Federal de São Paulo.

Obra com editores ou organizadores

Autor (Ed., Coord. ou Org.). (Ano de publicação). Título. Local de Publicação: Editora.

Exemplos:

McCartney, K., & Phillips, D. (Eds.). (2006). Blackwell handbook of early childhood development. Malden: Blackwell.

Ackroyd, S., & Fleetwood, S. (Eds.). (2000). Realist perspectives on management and organizations. London: Routledge.

Contribuições em livros: artigos, capítulos, etc.

Autor (Ano de publicação). Título do capítulo. In Nome abreviado e apelido (Ed., Coord. Ou Org.), Título da obra completa (Ed., vol., pp.). Local de Publicação: Editora.

Exemplos:

Watson, M. W. (1994). Vector autoregressions and cointegation. In R. F. Engle, & D. L. McFadden (Ed.), Handbook of Econometrics (Vol. 4, Chap. 47, pp. 2843-2915). Amesterdam: Elsevier.

Ferreira, V. (1986). O inquérito por questionário na construção de dados sociológicos. In A. S. Silva & J. M. Pinto (Orgs.), Metodologia das Ciências Sociais (pp. 166-196). Porto: Edições Afrontamento.

Volume como parte de livro

Netter, F. H. (1986). Neurologic and neuromuscular disorders. In F. H. Netter, Nervous System (Vol. 1, parte 2). New Jersey: Ciba Pharmaceutica.

Livro publicado por associação ou instituição

Associação ou Instituição. (data). Título (edição). Local: Editora.

Exemplos:

Comissão da Reforma do Sistema Educativo. (1986). Projecto global de atividades (2.ª ed.). Lisboa: Ministério da Educação e da Educação e da Cultura.

Institute of Financial Education (1982). Managing personal funds. Chicago: Midwestern.

Obras de referência (dicionários/enciclopédias)

Titulo (vols.) (data). Local: Editora

Autor ou Editor (data). Título (Edição, Volumes). Local: Editora

Exemplos:

Oxford English Dictionary (12 vols.) (1983). Oxford, England: Oxford University Press.

Sadie, S., & Tyrrell, J. (Eds.). (2002). The new Grove dictionary of music and musicians (2nd ed., Vols. 1-29). New York, NY: Grove.

Ebooks

Autor (data). Título. Data de acesso. URL

Exemplos:

Bryant, P. (1999). Biodiversity and conservation. Consultado em 10 outubro de 2016. Disponível em http://darwin.bio.uci.edu/~sustain/bio65/titlpage.htm

OCDE. (2004). Regards sur l’éducation. Disponível em http://oecdpublications.gfinb.com/cgibin-oecdbookshop.storefront

Capitulo em ebook

Symonds, P. M. (1958). Human drives. In C. L. Stacey & M. DeMartino (Eds.), Understanding human motivation (pp. 11-22). Disponível na base de dados PsycBOOKS.

Flinn, P. (1995). HTML quick reference guide. In P. Flinn, The World wide web handbook. Boston: Internet Thomson Computer Press. Disponível em http://www.thomnson.com.itep

Artigos

Artigo de um jornal ou de uma revista não científica

Autor (Ano, mês dia). Título do artigo. Título do Periódico, Volume(número), primeira pagina-última página.

Exemplos:

Berringer, F. (1983, março 7). Where many elderly live, signed of the future. The New York Times, p. 12.

Trilling, C. (1995, fevereiro 15). Culture Shopping. The New Yorker, 48-51.

Barreto, A. (2004, setembro 14). A falta de enfermeiros. Público, 5.

Raloff, J. (2001, May 12). Lead therapy won’t help most kids. Science News, 159, 292.

Kluger, J. (2008, January 28). Why we love. Time, 171(4), 54-60.

Artigo publicado numa revista científica

Autor (data). Título do artigo. Título da Revista, Volume(número), páginas.

Exemplos:

Lamborn, S. D., Mounts, N. S., Steinberg, L. & Dornbusch, S. M. (1991). Patterns of competence and adjustment among adolescents from authoritative, authoritarian, indulgent and neglectful families. Child Development, 62(5), 1049-1065.

Artigos publicados em revistas científicas online

Autor (data). Título do artigo. Título da Revista, Volume(número), páginas. Data de acesso. URL.

Exemplos:

Aldana, G. M. (2008). Enseñanza de la investigación y epistemología de los docentes. Revista Educación y Educadores, 11(2), 61-68. Consultado em 16 de agosto de 2009. Disponível em http://educacionyeducadores.unisabana.edu.co/index.php/eye/article/view/1705/3908

Artigo de versão pre-print

Autor (não publicado). Título do Artigo. Título da Revista. Disponível em

Exemplos:

Turney, P. D. (in press). The latent relation mapping engine: algorithm and experiments. Journal of Artificial Intelligence Research. Disponível em http://cogprints.org/6305/1/NRC- 50738.pdf

Artigo num Repositório de acesso livre

Autor (data). Título do artigo. Título do Periódico, Volume(número), páginas. Disponível em

Exemplos:

Canavilhas, J., & Santana, D. C. (2011). Jornalismo para plataformas móveis de 2008 a 2011: da autonomia à emancipação. Revista Líbero, 14(28), 53-66. Disponível em http://ubithsis.ubi.pt/handle/10400.6/688

Teses, dissertações e outras provas académicas

Tese

Autor (Ano de publicação). Título da prova/tese/dissertação (Tipo de documento não editado). Nome da Instituição, Local.

Monografia de licenciatura

Exemplos:

Fernandes, C. (1986). Duas línguas para a comunicação: alguns contributos para a aquisição da língua na criança surda profunda (Monografia de Licenciatura em Psicologia Educacional não editada). Instituto Superior de Psicologia Aplicada, Lisboa.

Dissertação de mestrado

Exemplos:

Fontanella, G. S. (2006). Cinema de animação: um recurso pedagógico em desenvolvimento (Dissertação de Mestrado não editada, Programa de Pós-graduação em Educação). Universidade Metodista de Piracicaba, Faculdade de Ciências Humanas, Piracicaba, São Paulo.

Tese de doutoramento

Exemplo:

Ariffin, N. (2000). The internationalization of innovative capabilities: the Malaysian electronics industry (Tese de Doutoramento não editada, Science and Technology Policy Research –SPRU). University of Sussex, Brighton, England.

Carlson, W. R. (1977). Dialectic and rhetoric in Pierre Bayle (Tese de Doutoramento não editada).Yale University, USA.

Tese obtida via base de dados

Autor (data). Título da tese (Tese de mestrado ou doutoramento). Disponível em URL. (N.º de acesso ou de ordem)

Exemplo:

Mancall, J. C. (1979). Resources used by high School students in preparing independent study projects: a bibliometric approach (Tese de Doutoramento). Disponível em ProQuest Dissertations and Theses database. (UMI N.º AAT 7905069).

Relatório técnico ou de pesquisa

Autor (data). Titulo do trabalho (Relatório nº xxx). Local: Editora entidade promotora.

Exemplo:

Broadhurst, R. G., & Maller, R. A. (1991). Sex offending and recidivism (Tech. Rep. No. 3).

Nedlands, Western Australia: University of Western Australia, Crime Research Centre.

Relatório técnico ou de pesquisa online

Autor (data). Título do trabalho (Relatório nº xxx). Disponível em

Exemplo:

Russo, C. A., & Jiang, H. J. (2006). Hospital stays among patients with diabetes, 2004 (Statistical Brief #17). Disponível via Agency for Healthcare Research & Quality em http://www.hcupus.ahrq.gov/reports/statbriefs/sb17.jsp.

Deming, D., & Dynarski, S. (2008). The lengthening of childhood (NBER Working Paper 14124). Cambridge, MA: National Bureau of Economic Research. Retrieved July 21, 2008, from http://www.nber.org/papers/w14124.

Comunicações em conferências, congressos ou simpósios

Comunicação em congresso

Autor (Ano, mês). Título da comunicação. Apresentada em Título da Conferência ou Simpósio, Local.

Exemplos:

Henriques, M. R., Gonçalves, O., Machado, B., Maia, A., Teixeira, Z., Alves, A., … Soares, L. (2003, outubro). Narrativas e psicopatologia: validação de protótipos. Comunicação apresentada no V Simpósio Nacional de Investigação em Psicologia, Lisboa.

Atas de congresso, simpósio ou seminário

Autor (data). Título do Congresso, Simpósio ou Seminário (páginas). Local: Editora.

Exemplo:

Delattre, P., & Thellier, M. (Eds.) (1979). Actes du Colloque: élaboration et justification des modèles. Paris: Maloine.

Artigo num livro de atas num congresso (proceedings)

Autor (ano, mês). Título do artigo. In Editor (Ed.), Título do livro de Atas ou proceedings, Local, data da conferência (Páginas). Local de publicação: Organização que publica o livro de Atas.

Exemplo:

Arroja, L., Oliveira, G., & Capela, I. (1999). Contribuição para a descontaminação de solos: metodologias de implementação. In Atas da 6.ª Conferência Nacional sobre a qualidade do Ambiente, Centro de Congressos da AIP, Lisboa, 2.º Volume (pp. 607-616).

Nicol, D. M., & Liu, X. (1997). The dark side of risk (what your mother never told you about time warp). In Proceedings of the 11th Workshop on Parallel and Distributed Simulation, Locknhaus, Austria, 10-13 June 1997 (pp. 188-195). Los Alamitos, CA: IEEE Computer Society.

Legislação

Lindeman, D. A. (1984). Alzheimer’s disease handbook (DHHS Publication No. OHDS 84-20813). Washington, DC: Government Printing Office.

Para a legislação portuguesa e, uma vez que as Normas APA não mencionam como proceder para legislação de outros países que não os EUA, deverá ser utilizado o seguinte modelo:

Exemplo:

Decreto-lei nº 238/98 de 1 de Agosto. Diário da República nº 176/98 – I Série A. Lisboa: Ministério do Ambiente.

Audiovisuais (multimédia, filmes, registo vídeo, áudio, cartaz)

Autor (função do responsável principal). (data). Título [suporte ou tipo de material]. Local de realização: distribuidor.

Exemplos:

Debussy, C. (1991). Prélude à l’après-midi d’un faune; Nocturnes; La Mer [CD]. [Wallingford, CT]: Erato.

Instituto Nacional de Estatística (1998). Anuários estatísticos regionais: 1996-1997 [CD-ROM]. Lisboa: INE.

Sant, G. van (realizador). (2000). Descobrir Forrester [DVD]. EUA: Columbia Pictures.

Spielberg, S. (realizador). (1985). A cor púrpura [Cassete vídeo]. EUA: Warner Bross.

Negreiros, Almada (pintor). (1933). Nós queremos um Estado Forte: votai a nova Constituição [Cartaz]. Lisboa: Lith de Portugal.

Endereços Web

Autor (data). Título. Data de acesso. URL.

Exemplo:

National Renewable Energy Laboratory. (2008). Biofuels. Consultado em 6 de maio de 2008. Disponível em http://www.nrel.gov/learning/re biofuels.html

Endereços web pessoais

Autor (Ano, mês dia). Título [Descrição da forma]. Consultado em Ano, mês dia URL.

Exemplo:

Duncan, D. (1998, Agosto 1). Homepage [Mensagem de correio eletrónico]. Consultado em 30 de julho de 2007 em http://www.geocites.com/SoHo/Coffeehouse/1652/

Mensagem num grupo de discussão ou mailing list

Autor (Ano, mês dia). Título [mensagem eletrónica de mailing list]. URL.

Exemplo:

Marcy, B. (1999, abril 3). Think they’ll find any evidence of Mallory & Irvine [mensagem eletrónica de mailing list]. Disponível em http://everest.mountainzone.com/99/forum

Mensagem de blogue

Autor. (Ano, mês dia). Título [mensagem de blogue]. URL.

Exemplo:

MiddleKid. (2007, janeiro 22). Re: The unfortunate prerequisites and consequences of partitioning your mind [mensagem de blogue]. Disponível em http://scienceblogs.com/pharyngula/2007/01/the_unfortunate_prerequisites.php

Patentes

Autor (função). (data). Título. Local do editor: Nome do editor

Exemplo:

Lemelson, J. H. (1981). U.S. Patent No. 4,285,338. Washington, DC: U.S. Patent and Trademark Office.


Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado com uma Licença Creative Commons – Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.
Photo by Aaron Burden on Unsplash

Anúncios
%d bloggers like this:
search previous next tag category expand menu location phone mail time cart zoom edit close