Corpo do trabalho

ilya-ilyukhin-281346

O corpo do trabalho ou desenvolvimento é a parte mais importante do trabalho e aquela que o professor analisará com mais rigor na sua avaliação. É também a sua parte mais extensa, ocupando cerca de 70% do total.

Quando se trata de um trabalho que tem por base uma pesquisa bibliográfica, deverá incluir informações sobre as fontes consultadas, por exemplo, e os pontos de vista dos vários autores sobre o tema do trabalho.

Deve evitar a tentação de copiar texto, procurando, pelo contrário,  acrescentar sempre algo ao que já foi escrito sobre o tema, como, por exemplo, uma reinterpretação dos factos ou novos dados com base na pesquisa realizada. Deverá evitar o plágio, mesmo que involuntário.

Podem, é claro, ser feitas citações dos autores consultados, mas estas devem ser curtas e devem estar bem destacadas entre aspas. Exemplo: «As armas e os barões assinalados/ Que da ocidental praia Lusitana…». Se retirarmos uma parte da citação, devemos assinalá-lo com parênteses curvos ou retos, ou seja, assim (…) ou assim […]. Teremos depois de referir o autor e a data da obra de onde se retirou a citação, colocando esses dois elementos entre parênteses. Exemplo: (Camões, 1978). As obras e os autores citados deverão constar obrigatoriamente na bibliografia.

Quando se trata de um projeto de investigação, a estrutura do desenvolvimento deve ser a seguinte:
Enquadramento teórico ou revisão da literatura, que inclui os seguintes elementos:

  • Fundamentação do projeto (escolha do tema, identificação dos critérios usados para essa seleção e respetiva justificação);
  • Identificação e descrição dos principais conceitos relevantes para o estudo;
  • Identificação dos vários estudos e investigações que existem no presente sobre o assunto que está a ser tratado;
  • Síntese da metodologia e dos resultados a que chegaram os autores consultados.

Metodologia, ou seja, os métodos, procedimentos e técnicas usadas para se estudar o problema inicialmente mencionado na Introdução. Neste item, deve descrever as atividades previstas e efetuadas durante o projeto de investigação. Pela ordem que se entender, esta parte do trabalho deve incluir:

  • Questões de investigação (os problemas que irão ser abordados);
  • Objetivos do estudo;
  • Caracterização da amostra ou participantes no estudo;
  • Descrição e justificação da metodologia seguida no trabalho (quantitativa/qualitativa/mista, estudo de caso, investigação-ação, …);
  • Procedimentos usados na recolha dos dados;

– Descrição dos instrumentos de recolha de dados utilizados (como entrevistas, testes, grelhas de observação, diários de campo, questionários, …) e reflexão sobre a sua validade e fiabilidade.

Resultados, onde se informa o leitor sobre as respostas obtidas para as questões que se investigou. Entre outros elementos, pode-se incluir a seguinte informação:

  • Descrição dos dados/resultados obtido e que poderá ser ilustrada com figuras, gráficos e quadros ou tabelas considerados relevantes;
  • Descrição dos métodos utilizados no tratamento dos dados
  •  Informação sobre a confirmação ou não confirmação das previsões iniciais.

– Discussão dos resultados, espaço onde se reflete sobre os resultados encontrados e se procede ao balanço do projeto de investigação. Retomam-se as questões referidas no enquadramento teórico, cruzando-se os dados recolhidos na investigação do aluno com os dos estudos mencionados na revisão de literatura efetuada.

No caso dos relatórios para as provas de aptidão profissional, dos Cursos Profissionais, os mesmos obedecem a uma estrutura própria, que é fornecida aos alunos pelos respectivos professores.


Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado com uma Licença Creative Commons – Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.
Photo by Ilya Ilyukhin on Unsplash

Anúncios
%d bloggers like this:
search previous next tag category expand menu location phone mail time cart zoom edit close